Universo do Cuidado

16. março 2021

Dicas práticas para organizar medicamentos

Dicas práticas para organizar medicamentos

Seja para tratamentos contínuos ou casos pontuais, os medicamentos costumam estar presentes no dia a dia das pessoas. Em grande parte dos lares brasileiros, é comum inclusive haver um armário ou “caixinha de remédios” para emergências.

Apesar disso, é necessário considerar que cada produto possui validade distinta e que armazená-los de maneira inadequada pode comprometer sua eficácia. Confira algumas dicas práticas para organizar medicamentos.

Separe os medicamentos em categorias

Uma forma de localizar medicamentos a qualquer momento é separá-los por uso ou categoria: analgésicos, anti-inflamatórios, antibióticos… Isso pode ser feito em compartimentos etiquetados, gaveteiros ou caixas organizadoras.

Quem possui crianças ou animais de estimação em casa deve ter a atenção redobrada. A indicação é lacrar caixas e gavetas com cadeado ou outro sistema de proteção para evitar acidentes. Você ainda pode criar mais uma categoria de organização, separando os remédios em uso adulto ou infantil.

Local adequado

Independentemente do método utilizado de organização, escolher um local adequado para o armazenamento preserva a vida útil do fármaco e dá mais segurança a quem o utiliza. Assim, escolha um local fresco e arejado, com temperatura entre 15 e 25 °C.

Banheiros e locais com luz, umidade e calor em excesso devem ser evitados, uma vez que esses fatores tendem a danificar as propriedades dos medicamentos ou mesmo inutilizá-los.

bolsa de remédios - UNIVERSO

Atenção ao prazo de validade dos medicamentos

A data de validade nas embalagens refere-se ao prazo, estipulado pelo laboratório, dentro do qual o produto conserva sua máxima eficácia. Aproveite para anotar as datas do lado de fora da caixa, preferencialmente com um marcador ou pincel atômico. Retire tudo o que estiver vencido e armazene em um local separado dos medicamentos em uso.

Horário de cada medicação

Em tratamentos prolongados, escrever os horários e a frequência de cada medicamento é a medida mais segura para não esquecer de tomá-los. Você pode anotar os horários em uma folha ou quadro e deixar em um local visível, como na mesa de cabeceira, na porta do armário ou na geladeira. Outra forma de manter o controle é através de alarmes no celular, que permitem configurar os dias da semana e ainda inserir lembretes com observações de uso.

Além da opção de criar alarmes no celular, há também apps disponíveis que exercem a mesma função, basta inserir o nome do remédio e preencher com os horários e a frequência.

mulher lendo bula medicamento - UNIVERSO

Medicamento apenas com orientação médica

Seguir corretamente as instruções médicas é fundamental. Por isso, evite pular doses, suspender o uso ou se automedicar. Somente um profissional especializado é capaz de indicar o melhor caminho para o seu caso. Agora que você já sabe a melhor forma de organizar medicamentos, lembre-se de manter as consultas em dia.

Leia também: Quando incluir as crianças nas tarefas de casa

A BabyBoo é uma linha de fraldas infantis da SEPAC, que procura levar mais conforto e segurança para seu bebê, todos os dias e em todas as fases.

Acesse nosso site: www.linhababyboo.com.br

Deixar um comentário